Tudo que você precisa saber sobre Albumina!

É inegável que suplementos alimentares utilizados da forma correta exercem inúmeros benefícios à saúde e tornam mais fácil a rotina alimentar de milhares de pessoas. Nós já comentamos aqui no blog os diversos pontos positivos de consumir suplementos como Whey Protein, Creatina e BCAA, mas e a Albumina? Você conhece? Sabe para que serve e Como utilizar?

Se você já viu este produto nas prateleiras das lojas de suplementos e ficou cheio de dúvidas a respeito dele, este artigo é para você! Leia-o na íntegra e descubra tudo sobre este maravilhoso suplemento!

Albumina: O que é e como é produzida?

A albumina trata-se de uma proteína naturalmente sintetizada pelo corpo humano, ou seja: Que nós mesmos produzimos. Ela é encontrada em abundância no plasma do nosso sangue, e pode ser descrita como uma proteína que se desnatura (perda da estrutura e atividade biológica da proteína) com bastante facilidade na presença de temperaturas muito altas, apresenta solubilidade média em soluções salinas e é totalmente solúvel em água.

Sua produção ocorre através do fígado, após o consumo de alimentos ricos em proteínas. Após ser produzida, esta albumina agirá como um agente controlador do ph do sangue, transportador de alguns hormônios, regulador de pressão osmótica, e claro, como uma importante aliada nos processos de ganho de massa.

Porém, quando falamos em suplementação de albumina, não falamos de um produto produzido a partir da albumina presente no plasma, e sim da albumina presente em alimentos, neste caso, proveniente de um dos alimentos mais ricos em albumina: os ovos.

Albumina: O que é e como é produzida?

O ovo sempre foi um alimento bastante utilizado pelos praticantes de atividades físicas, por apresentar grande valor nutricional e proteico, entretanto, o seu consumo era feito da forma natural (até mesmo cru), o que a longo prazo tornava-se difícil, pela grande quantidade de ovos a serem consumidos durante o dia.

Com a evolução da tecnologia, foi possível desidratar e pasteurizar as claras dos ovos (parte do ovo com maior quantidade de albumina, podendo chegar até a 80%), mantendo sua qualidade e funcionalidade biológica. Assim surgiu o suplemento de albumina, um produto fácil, prático e de excelente custo benefício para quem deseja ganhar massa muscular.

Qual a função da Albumina?

A partir do momento em que a Albumina está circulando pelo corpo, ela desempenha algumas funções básicas, como por exemplo:

  • Coagulação Sanguínea adequada: Manter o corpo com sua capacidade de coagular o sangue rápida e eficientemente é fundamental para evitar perda de sangue. Geralmente, quando os níveis de albumina estão baixos, é comum que ocorra uma dificuldade do corpo em cicatrizar machucados, aumento do fluxo menstrual (o que é um fator de risco para o desenvolvimento de anemia) e hemorragias graves.
  • Transporte de nutrientes: Graças à albumina, nosso corpo consegue transportar nutrientes pela circulação sanguínea, possibilitando que os órgãos mantenham-se bem nutridos. Isso só é possível porque a albumina se liga à estas moléculas hidrofóbicas (que não interagem bem com água) e facilita a circulação das mesmas pelo corpo. Além desta ligação e transporte de nutrientes, a albumina também consegue ligar-se à metais pesados e moléculas potencialmente tóxicas ao organismo, favorecendo a sua eliminação pelo corpo.
  • Controle hídrico: A albumina exerce um papel importante no controle de líquidos, garantindo que a água seja distribuída de forma equilibrada para os tecidos do corpo e sangue. Por esta razão, pessoas com baixos níveis de albumina geralmente são mais propensas a grandes edemas, pois esta condição clínica aparece quando a água presente no sangue extravasa para os tecidos, causando os inchaços.

Suplementação de Albumina: Quais os benefícios?

Por se tratar de um produto composto essencialmente por proteínas de alto valor biológico, a albumina está diretamente relacionada com o ganho de massa magra, porém, não é só para esta finalidade que ela é indicada. Veja os principais benefícios da albumina.

  • Reduz a fome: Por essa razão, a albumina tornou-se é uma das queridinhas do público que deseja emagrecer. Sabemos que para que o processo de perda de peso ocorra com sucesso é importante que o consumo alimentar reduza, o que é mais fácil quando não sentimos fome. Como sabemos, as proteínas possuem naturalmente uma digestão mais lenta, mas a albumina é um exemplo de proteína de média a baixa digestão, o que acaba aumentando o período de saciedade. Portanto, se você deseja emagrecer sem sentir fome, este é um excelente aliado!
  • Retarda o esvaziamento do estômago: Quem malha pesado e se alimenta corretamente sabe a importância de manter o corpo recebendo nutrientes para que se evite o catabolismo. Por essa razão (e por se tratar de uma proteína de média a baixa digestão), a albumina é frequentemente consumida antes de períodos de jejum de  curto período, como por exemplo, o período de sono (falaremos mais sobre horários de consumo adiante). Desta forma, garantimos que o corpo receba, lentamente, pequenas quantidades de proteína, evitando assim, o catabolismo.
  • Auxilia a recuperação no pós treino:  Os treinos de alta intensidade geralmente causam fadiga e dores, devido ao grande esforço físico realizado. Mas quem faz uso de albumina geralmente sente menos estes sintomas, o que pode ser atribuído à constituição rica desta proteína, composta por aminoácidos essenciais.
  • Fornece proteína de qualidade para intolerantes à lactose: Quem possui um alto grau de intolerância a lactose geralmente não pode consumir suplementos como Whey Protein, visto que o substrato para produção deste produto é o leite. Desta forma, a albumina é uma excelente escolha para quem deseja suplementar proteínas e ganhar massa muscular, visto que possui aminoácidos essenciais e é comprovadamente um produto de alta qualidade.
  • Ganho de massa magra: Como já mencionamos diversas vezes aqui no blog, a alimentação adequada e o aporte ideal de proteínas são pilares para o ganho de massa magra. Desta forma, fornecer aminoácidos essenciais para a musculatura durante o dia e principalmente após os treinos, garante que a musculatura cresça de forma satisfatória e saudável. Por se tratar de uma proteína de alto valor biológico e, como já mencionado, rica em aminoácidos essenciais, se consumida corretamente, é capaz de nutrir a musculatura e promover o ganho de massa magra, assim como suplementos mais utilizados como o Whey Protein. Portanto, se você pensava que só é possível hipertrofiar com sucesso utilizando o Whey Protein, saiba que a albumina também pode te ajudar neste processo!
  • Auxilia doentes crônicos: Sabe-se que em determinadas doenças é bastante comum que haja desnutrição do indivíduo, devido a grande exigência metabólica que a enfermidade causa no corpo. Desta forma, suplementação de proteínas de qualidade como a albumina é sempre uma ótima alternativa para recuperar o estado nutricional do doente. Podemos citar, especialmente, enfermidades que afetam o fígado, visto que este é o órgão responsável por produzir albumina, e geralmente pessoas com este órgão debilitado apresentam hipoalbuminemia (deficiência de albumina).

Albumina: Composição

A composição da albumina é de grande qualidade e com quantidades praticamente insignificantes de carboidrato e gordura na maioria das marcas. Para que você consiga visualizar todos os nutrientes fundamentais que ela apresenta, veja as tabelas a seguir, avaliando 22 gramas de produto:

 

Macronutrientes

Quantidade por porção %VD
Valor Energético: 72 Kcal/ 302 kj 4
Carboidratos 1,2g 1
Proteínas 17g 23
Gorduras Totais 0g 0
Gordura Saturada 0g 0
Gordura Trans 0g 0
Sódio 255 mg 11

Não contém quantidades significativas de gorduras totais, gorduras saturadas, gorduras trans e fibra alimentar.

 

Aminoácidos

Alanina1,0g
Arginina0,9g
Ácido Aspártico1,8g
Cistina0,4mg
Ácido Glutâmico2,6g
Glicina0,6g
Histidina0,4g
Isoleucina1,0g
Leucina1,5g
Lisina1,2g
Metionina0,6g
Fenilalanina1,0g
Prolina0,7g
Serina1,0g
Treonina0,8g
Triptofano0,2g
Tirosina0,7g
Valina1,1g

Albumina: Qual o melhor horário para tomar?

A albumina é um suplemento proteico de origem alimentar, portanto, não existe uma restrição nem mesmo uma orientação de horário “correto” para o seu consumo. Porém, como já mencionado anteriormente, os praticantes de atividade física geralmente consomem a albumina antes de dormir para evitar o catabolismo, o que é uma estratégia extremamente correta . Mas obviamente, isso não significa que ela não possa ser consumida em outros horários, caso seja necessário. Veja os principais:

Pela manhã: Como o corpo está há algumas horas em jejum, o mais adequado é consumir proteínas e carboidratos para repor os estoques de energia e evitar o catabolismo. Embora opções como Whey Protein sejam mais indicadas por apresentarem uma absorção mais rápida, é possível consumir a albumina caso você não tenha acesso a alimentos ricos em proteínas ou o próprio whey na ocasião, afinal é preferível consumir uma proteína de média a baixa absorção ao invés de não consumir nenhuma. Porém, lembre-se: Esta não é a opção mais indicada.

Durante o dia, como lanche: Como sabemos, nem todas as pessoas conseguem realizar os lanches intermediários durante o dia. Desta forma, os suplementos entram como uma boa alternativa para alcançar a quantidade de calorias necessárias ao dia, e evitar longos períodos de jejum. Nestes casos, a albumina pode ser consumida juntamente com uma fonte de carboidratos, assim, a refeição fica mais completa.

Após o treino: Pela rapidez com que o Whey Protein é absorvido pelo organismo, essa sempre será a melhor opção para o pós treino. Porém, caso você não tenha acesso a este produto, a albumina pode ser utilizada neste momento, e segundo pesquisas, também gera resultados bastante satisfatórios no ganho de massa magra. Nestes casos, pode ser interessante utilizar suplementos como dextrose ou maltodextrina juntamente com a albumina, fazendo com que a composição de macronutrientes se assemelhe a de um Whey Protein comum.

Pré-sono: Como mencionado anteriormente, este é o horário de ouro para consumo da albumina pois devido a sua velocidade média-baixa de absorção, ela libera os aminoácidos lentamente para o corpo, fazendo com que o corpo receba substrato proteico durante o período de jejum. Isso diminui as chances de catabolismo durante o sono, e melhora os resultados hipertróficos. Ou seja: embora a albumina possa ser consumida em outros momentos do seu dia caso não haja outra opção, pode-se dizer que o horário mais adequado para o seu consumo é antes de dormir.

Albumina: Como tomar?

Albumina: Como tomar?

A albumina é bastante versátil quanto a forma de consumir. Você pode diluir o produto em batidas de frutas, sucos e leite. Caso você deseje, também é possível tomar a glutamina diluída em água, porém, por conta do sabor e cheiro do produto, muitas pessoas acabam não se adaptando a esta forma de consumo.

Quanto à quantidade e frequência de consumo, é indicado que você procure um nutricionista capacitado para montar uma estratégia nutricional personalizada, e assim, receber a orientação ideal para você.

Albumina: Contraindicações

Por se tratar de um produto natural e proteico, o seu uso é seguro para a maioria das pessoas saudáveis, não apresentando qualquer risco de intoxicação ou desenvolvimento de problemas de saúde. Entretanto, indivíduos com patologias crônicas, idosos, gestantes, lactantes e crianças são desaconselhadas a consumir o produto sem liberação do seu médico.

É importante ressaltar também, que indivíduos alérgicos a ovo não devem consumir o produto em hipótese alguma, pois estará sujeito aos graves efeitos colaterais característicos.

Albumina: Efeitos Colaterais

Se você tem receio de consumir a suplementação de albumina por achar que ela pode causar efeitos colaterais graves, fique tranquilo! Como foi discutido durante este artigo, a albumina é produzida a partir de ovos, portanto, a menos que você seja alérgico a este alimento, você pode consumi-lo sem medo.

Entretanto, alguns sintomas desagradáveis acabam surgindo em uma parcela da população que consome o produto, como por exemplo: Gases, enjoos (provavelmente por conta do sabor ou odor do produto), e em alguns casos isolados, diarréia. Caso você sinta algum desconforto e deseje interromper o consumo, os sintomas desaparecerão naturalmente.

Posso consumir outros suplementos com a Albumina?

Como você pôde ver, o melhor momento para consumo da albumina é antes de dormir, embora possa ser utilizada em outros momentos do dia, o que deixa espaço para outros suplementos interessantes para utilizar no pré ou pós treino. Portanto, SIM, você pode utilizar outros produtos  além da albumina dentro do seu plano alimentar, sem problema algum! Mas lembre-se: Procure sempre profissionais qualificados para montar sua dieta e indicar os recursos corretos para o seu caso, ok?

Visite o site da Império do Corpo e adquira agora mesmo a sua albumina, de forma rápida e segura! Comece hoje a construir o corpo dos seus sonhos!